segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Resposta


Uma lembrança vaga me inspirou
E com ela um furacão incessável
me puxa pra dentro de um círculo inquebrável
Me faz resgatar um tempo que ainda não passou
...
Um cara me tratava decentemente
Sem máscaras, puro sabor
de inocência delicada
um sorriso de piá
e doce nas palavras.
Vestia digna conduta
trazia café na cama antes da labuta
Meu estímulo pro resto do dia
Tudo mais me sorria
....
Falta o olhar aveludar com a minha melodia
Falta a paz nos corpos
Falta me tremer os ossos
Falta o furor que você me trazia
...
Falta.
Tigresa

2 comentários:

Aline Fanju disse...

Falta...

Aline Fanju disse...

e é a grande verdade das coisa, né?
Sempre.
bjinho